“Os corações tem a absurda capacidade de se amarem sem nunca se tocar, corações são tolos, são cegos, surdos e infelizmente não são mudos. Quem dera se pudesse calar meus sentimentos e evitar cada grito vindo do peito por simplesmente fazer escolhas na qual não me fizeram bem algum. Aquela rotina de se contorcer no travesseiro a espera de um sinal para dormir, e talvez, e somente talvez eu tenha pensando em ti antes disso, porque pensar em quem amamos é causar a própria insonia, e você é mim é uma completa sincronia entre falta de sono e pensamentos matinais entente? Distância é um necessário desnecessário, é um controle além da física que pior, te destrói. – Amar ou apenas se interessar por algo é muito além de pensar negativo, porque se você quer, se você busca e acredita que pode existir em alguém, você não deve nunca pensar na opção de desistir. Mas por mais que lute e por mais que em cada esquina busque alguém próximo, a ausência faz você querer exageradamente mais, você necessita mais e nada nem ninguém muda isso. – Você levanta e são as mensagens e as ligações que te completam dia após dia. – São as novas fotos, as caras e bocas e a única voz; são as frases, as declarações e a necessidade de querer estar próximo desse alguém que te conforta. Sabe, amar seja lá onde o amor esteja é gritar em um lugar vazio e ouvir o eco voltar com menor intensidade, é saber que está pisando em espinhos e sorrir por ter certeza que um dia as cicatrizes irão se curar, você sabe que é um poço onde pra subir necessita do corpo inteiro, mas que não da pra utilizar somente um braço ou impulsionar com somente uma perna. É como se auto massacrar emocionalmente e saber que isso é passageiro, você vive em uma maratona onde deve correr até cansar ou no máximo ir andando e deixar que todos passem por você. Amar o longe é causar a própria dor e sofrimento, mas quando você tem certeza de que vai sofrer e se entrega absurdamente nisso… É porque essa dor é minuscula em comparação a opção de perde-la. Então você simplesmente espera.”
Willians Souza  (via retalios)

“Era um sorriso doce, daquele que fugia dos lábios e escapava pelos olhos.”
Fred Medeiros. (via asincertezas)

“Decepção é uma palavra tão estranha, já me decepcionei tanto mas já decepcionei tanto, perceba que a palavra não muda.
Só muda o fato de que alguém entra na sua vida e acrescenta o ‘me’”
Willians Souza  (via retalios)

“Você nem quis ouvir o que eu sentia.”
Onze:20.   (via o-teimoso)

“Voltei pra cama e abracei o travesseiro. E continuei pensando em como tudo era bom. Em como tudo era pra ser bom. Aí veio uma lágrima. E outra, outra, outra. Inevitável.”
Clarissa Corrêa (via se-eu-pudesse)

“Sei lá. Tô numa fase que eu tô cansada até de levantar da cama. Por mim eu viveria ali, deitada, coberta, “livre” de qualquer mal. As pessoas não se importam com o sentimento de ninguém e eu não consigo ser assim. Ou eu amo, ou não amo. Ou eu me importo, ou eu não me importo. Ou eu fico feliz, ou eu me tranco, me isolo e me calo. Ninguém entenderia mesmo.”
Desembarcou (via re (via inevavel)

“Qual é? Morrer é um cliché. Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida. Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas. Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas, a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.”
Pedro Bial.   (via inevavel)

“Pois você sabe que eu andaria mil milhas se eu apenas pudesse te ver.”
A thousand miles.  (via inevavel)

“Você vai ser feliz, mas antes a vida vai te ensinar a ser forte.”
Lady Gaga. (via inevavel)

“Eu te amarei até o fim dos tempos.”
End of time.  (via inevavel)